COMPARTILHE ESSA PUBLICAÇÃO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp
Uma linha completa de materiais com informações
úteis para que você se mantenha atualizado.

Embora tenhamos hoje inúmeros desafios para as políticas de saúde pública, a obesidade infantil talvez seja uma das mais importantes e mais negligenciadas. Poucos anos atrás uma criança com “dobrinhas” ou “gordinha” era considerada saudável perante o senso comum. Sabemos hoje, no entanto, que a obesidade infantil é um problema em crescente ascensão no mundo inteiro e com sérias repercussões à saúde dessas crianças quando se tornam adultos.  

De maneira muito simplista e superficial, a obesidade é o resultado de um desequilíbrio energético, ou seja, há um consumo maior de calorias do que de fato o organismo necessita. Em geral, podemos citar alguns fatores como contribuintes para gênese da obesidade infantil como, por exemplo, hábitos alimentares não saudáveis, estilo de vida sedentário, questões relacionadas à genética ou hormônios, distúrbios psicológicos, dentre tantos outros. 

O tratamento da obesidade infantil deve ser encarado como algo multifatorial e ser tratado por equipe multiprofissional. Cabe ao nutricionista prover um planejamento individualizado, implementado muitas vezes de modo gradativo.  

De acordo com o Manual de orientação da Sociedade Brasileira de Pediatria para a obesidade na infância a adolescência de 2019 as abordagens dietéticas incluem, incentivar consumo de 5 porções de frutas e vegetais diariamente, diminuir o consumo de alimentos com alta densidade calórica como gorduras saturadas, salgadinhos e alimentos com alto índice glicêmico, como doces, diminuir consumo de bebidas açucaradas e/ou com aromatizantes, diminuir o consumo de alimentos fora de casa, em particular fast-foods, fazer o desjejum todos os dias e não pular as refeições.  

A prática de atividades físicas e atividades recreativas também deve ser estimulada, e manter uma rotina diária é super importante.  

Leia também